quarta-feira, 23 de abril de 2014

CONSTANTINO,Rei dos Floristas, por Júlia Ribeiro

Click em cima da imagem com o botão direito do rato e seleccione abrir link num novo separador para aumentar.
Alguns posts:
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/01/carvicais-por-onze-castanhas.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/01/natal-e-tradicao.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/05/as-criancas-e-genetica-por-julia-barros.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/05/torre-de-moncorvo-embaixatrizes.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/04/torre-de-moncorvo-balada-do-chumbo.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/03/mulheres-da-marinha-grande-de-julia.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/03/fernando-assis-pacheco.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/03/julia-barros-e-assis-pacheco-dois.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/03/torre-de-moncorvo-o-topolino-amarelo.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/02/letras-do-nordeste-ii.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/02/julia-barros-bilo-nao-se-olvidou-de.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/02/prima-de-jorge-luis-borges.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/01/revista-portuguesa-194445.html

3 comentários:

  1. Bem haja por "trazer à memória dos vivos a memória de alguém que já foi tão célebre e tão injustamente esquecido!"

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar
  2. Li e vi todos os posts.Falta este:
    http://lelodemoncorvo.blogspot.com/2011/06/meninos-da-roda-e-seus-descendentes.html
    que tem muito a ver com o nosso Constantino.Desculpem os senhores do blog mas todos estes textos da nossa grande escritora deviam sair em livro.Um livro é um LIVRO.
    Leitor

    ResponderEliminar
  3. Ando por aqui como cão por vinha vindimada.Leio,vejo e agradeço a todos que colocam aqui textos e fotos .Não sei escrever e tenho que dizer as coisas à minha maneira.Obrigado .Devia repor os seus textos sobre a corredoura e outros que ficaram no blog da descoberta de moncorvo.
    A.M.

    ResponderEliminar