domingo, 10 de agosto de 2014

POESIA DE LARA DE LÉON (Pseudónimo de Maria Idalina Alves de Brito)

POESIA SOCIOLÓGICA
(carácter social)


SEM-ABRIGO

Nesta cidade de brumas
róseas e cães verdes,
cavalgas ansioso por entre
gotas de rua em pedras
soltas e noites brancas.

Migalhas de fome abrem
portas de escombros e
cobertores negros que
dormem em túmulos
de solidão e abandono
nos patamares esquecidos
de cada um de nós.

Bocas de múmias cegas
no desafio do tempo oculto,
imagens e devaneios de
recusados carinhos que
lembras de outrora.

Desejos do corpo que
esqueceste e da fome
que a noite silencia.

Crepúsculos de paixões e
famílias de sonhos que
um dia surgirão no
oculto esplendor da
madrugada em rasgos de
abraços e beijos como
luz no fogo da ilusão
agreste de um dia,
um dia apenas, de vida.

Ó homem aventura, nu, cego,
pobre e só, neste deserto perdido
que procuras em liberdade?


2013.06.15

LARA DE LÉON
(Pseudónimo de Maria Idalina Alves Brito)
A  autora
Nasceu em Felgueiras, Moncorvo, a 2 de dezembro 1954. É licenciada em Serviço Social (1977), Sociologia (1991) e, possui uma Pós-Graduação em Direito e Interioridade (2012). Vive na cidade de Bragança onde é Técnica Superior no Centro Distrital Segurança Social. Colaborou durante alguns anos no jornal "Verde Planura" da vila de Izeda. Editou o seu 1º livro de ficção (ensaio/narrativa) em 2004 sob o título "Na Margem Esquerda da Ribeira". O segundo (romance histórico) "Despedimo-nos, então..." foi editado em 2009, tendo ganho o 1º prémio na Área da Cultura da ANCCD em 2011. "Derivações do Ser", poesia, 1º volume, foi editado em 2012. Integra a Antologia Autores Transmontanos, "A Terra de Duas Línguas" II e a BdB, vol. I. É sócia da Academia de Letras de Trás-os-Montes, da Sociedade Portuguesa de Autores e da  Associação Portuguesa de Escritores.

Nota: o editor do blogue saúda a nova colaboradora.

7 comentários:


  1. Isilda Gomes :
    Bonito poema ...

    ResponderEliminar
  2. Ana Diogo :
    Belo poema com forte pendor social. Gostei. Parabéns pela nova colaboradora!

    ResponderEliminar
  3. António Espírito Santo Mourão :
    Gostei! e mais uma mulher de letras Moncorvense! Irei divulgar.

    ResponderEliminar
  4. Isilda Gomes :
    Já partilhei ...e oxalá que seja bem recebido !

    ResponderEliminar
  5. Belo poema,arracado da alma ,da raiva,do coração.Poeta moncorvense de qualidade que desconhecia.Viva os farrapos.
    António Silva

    ResponderEliminar
  6. Parabéns ao Lelo pela nova colaboradora que vem enriquecer os Farrapos de Memória
    Parabéns à autora.

    Abraço
    Júlia

    ResponderEliminar
  7. MIdalina Alves de Brito21 de agosto de 2014 às 10:46

    Obrigada amigos e amigas pelas vossas palavras de incentivo.

    ResponderEliminar